CRUZEIROS – 05 fatores pouco conhecidos que podem te prejudicar no cruzeiro!!!

Após recebermos várias dúvidas de nossos leitores sobre a necessidade da contratação do Seguro Viagem Internacional para CRUZEIROS marítimos, e verificando que este tipo de viagem anda em alta devido aos preços das estadas em navios cada vez mais atrativas, resolvemos escrever este artigo para expandir o conhecimento sobre quais os principais fatores que podem prejudicar sua viagem caso você não os conheça, então vamos lá:

CRUZEIROS – 05 fatores pouco conhecidos que podem prejudicar sua viagem de cruzeiro!!!

1º fator – Bagagens permitidas em um cruzeiro marítimo:

De acordo com a Receita Federal do Brasil, a bagagem é constituída pelo conjunto de bens novos ou usados que um viajante, em compatibilidade com as circunstâncias de sua viagem, possa destinar para seu uso ou consumo pessoal, bem como para presentear, sempre que pela sua quantidade, natureza ou variedade, não permitam presumir importação ou exportação com fins comerciais ou industriais, como por exemplo: roupas, calçados, óculos, perfumes, relógio, máquina fotográfica, telefone celular, brinquedos, aparelhos eletrônicos, utensílios domésticos, objetos de decoração, equipamentos para prática de esportes ou para atividades profissionais, entre outros.

Está definição tirada do próprio site da Receita Federal do Brasil muitas vezes é apenas para Inglês ver, pois principalmente nos navios de cruzeiro, eles controlam e definem rigorosamente o que o passageiro pode transportar e o que não é permitido levar a bordo.

Cruzeiros

Dessa forma, observe atentamente o que pode e o que não é permitido levar abordo de um navio de cruzeiro:

  • Todos os equipamentos ou utensílios que emitam calor ou produzam chamas: ferros de passar, fogões elétricos, velas, incensos (qualquer um com possibilidade de gerar incêndios);
  • Drogas ou substâncias ilegais;
  • Todos os tipos de arma, como tesouras, facas, explosivos ou algum item que possa oferecer risco à saúde e à segurança dos passageiros a bordo do navio ou ao meio ambiente;
  • Todo o tipo de alimento ou bebida (alcoólica ou não). Todas as garrafas e latas fechadas serão retidas, e as abertas não serão devolvidas;
  • Toda bagagem estará sujeita a inspeção minuciosa feita por cães farejadores, sem prévio aviso.
  • A mala a ser despachada deve pesar em média 20 kg e não pode exceder 40 cm de altura, 60 cm de largura e 30 cm de profundidade.

Quando você receber sua documentação de viagem, encontrará junto com ela várias etiquetas para colocar nas malas. É essencial que você as preencha com seu nome completo, nome do navio, número de sua cabine, seu endereço, telefone de contato, bem como data da saída e porto de embarque.

É recomendável escrever todos os dados em letras maiúsculas para facilitar sua leitura, pois na hora do embarque um carregador se ocupará de suas malas e as levará ao seu camarote.

Normalmente o check-in em cruzeiros encerra-se duas horas antes da partida do navio, portanto fique atento.

cruzeirosBagagem de mão é permitida nos cruzeiros

  • Na bagagem de mão, o passageiro poderá levar objetos pessoais e de valor, itens mais frágeis, medicamentos, joias, documentos, câmeras (fotográficas e filmadoras) e computadores. Lembrando que ela deverá ser transportada pela pessoa;
  • Para bens de elevado valor, tanto em cruzeiros nacionais quanto internacionais, recomenda-se portar o comprovante de aquisição (nota fiscal), ou comprovante de importação anterior, que queira levar na viagem. Isso inclui notebooks e câmeras filmadoras. Desta maneira evita-se a posterior tributação dos mesmos.

Mas agora que já sei o que não é permitido, porém como saberei que tipo de roupa levar?

Na grande parte dos cruzeiros o traje é informal e esportivo, salvo para algumas companhias de luxo, como por exemplo a Silversea e Seven Cruises.

A nossa sugestão é que você leve sapatos confortáveis para as atividades esportivas, traje informal e roupas de banho variadas.

Os cruzeiros de hoje não são mais como eram antigamente, porém existem ainda ocasiões onde a vestimenta apropriada apresenta-se necessária, como por exemplo em:

– Ceia de Gala: para essas ocasiões recomendamos trajes elegantes e formais.
– Jantar nos restaurantes: aconselhamos terno sem gravata para os homens e vestido para as senhoras.
– Jantares informais: como o nome indica, trajes informais e mais cômodas.

Sem esquecer de um agasalho para prevenir-se da diferença de temperatura entre as salas climatizadas e o exterior.

restaurante cruzeiros
Jantar no restaurante

2º fator – Documentos obrigatórios:

Para o embarque, você deverá apresentar o voucher de viagem com os dados da sua reserva, nome do navio e número da cabine.

Observe se a companhia oferece o serviço de check-in via internet, pois você poupará um enorme tempo no terminal para embarcar.

documentos obrigatórios cruzeiros

Não esqueça também da sua apólice do seguro viagem, cartões de crédito ou dinheiro e se você toma algum medicamento, não importa de que tipo, não esqueça de levar uma quantidade suficiente, já que não encontrará medicamentos a bordo.

 Documentos exigidos em viagens nacionais:

  • Mesmo que o navio visite somente praias brasileiras é exigido para os brasileiros que se leve o passaporte e RG ou outro documento de identidade civil válido em território nacional.
  • Para estrangeiros residentes no Brasil, deverão portar passaporte válido (mínimo de 6 meses) ou RNE válido (Registro Nacional de Estrangeiros).
  • Para estrangeiros não residentes no Brasil, serão obrigados a levar o passaporte válido (mínimo de 6 meses) e a tarjeta de entrada no Brasil carimbada pela imigração.

 Documentos exigidos em viagens para países integrantes do Mercosul e de travessias atlânticas

Os brasileiros deverão levar passaporte válido (mínimo de 6 meses) e RG com no máximo 10 anos de emissão e em bom estado de conservação. Não é permitido de forma nenhuma o embarque de pessoas com a cópia autenticada do RG,  certidão de nascimento, CNH, CREA, CRM, OAB, Carteira de Identidade Militar entre outros documentos, mesmo que tenham validade em território nacional.

– Para os estrangeiros residentes no Brasil é imprescindível levar o passaporte válido (mínimo de 6 meses) juntamente com o RNE válido (Registro Nacional de Estrangeiro). Não será permitido o embarque somente com o RNE sem o passaporte.

– Os Estrangeiros não residentes no Brasil deverão apresentar o passaporte válido (mínimo de 6 meses) e a tarjeta de entrada no Brasil carimbada pela imigração.

Lembrando que você precisará ter visto para desembarcar em países que exigem tal determinação, então consiga todos os vistos antes do embarque.

3º fator – Fazer os pagamentos a bordo com segurança:

Para mais segurança, as companhias de navegação decidiram evitar a circulação de dinheiro a bordo. Quando você embarcar, você receberá um cartão de pagamento da companhia e com ele pagará todas as suas despesas a bordo (bebidas, cassino etc.). No final da sua permanência a bordo, você receberá uma liquidação de todo o consumido, pelo que aconselhamos conservar todas suas notas fiscais.

Esse mesmo cartão funciona também como identificador eletrônico quando você abandona o barco para realizar uma excursão e, em algumas das companhias, como chave eletrônica para entrar na sua cabine. Os preços a bordo estão publicados em Euros ou dólares, contudo você paga em qualquer moeda válida, pois existe um serviço de Câmbio de Divisas a bordo.

Portanto, enumeramos alguns itens que devem ser observados ao termino do cruzeiro:

  1. Antes de deixar o navio é importante verificar se todas as suas despesas de bordo estão pagas. Isso porque eventuais divergências detectadas deverão ser resolvidas ali e nenhum reembolso poderá ser feito após o desembarque.
  2. Ao retirar a mala no terminal, verifique se a mesma é sua.
  3. Para cruzeiros internacionais, é preciso preencher uma Declaração de Bagagem Acompanhada (DBA). Se nela houver algo a declarar, o passageiro deverá se apresentar a Receita Federal. Se não, o formulário permanece em posse da pessoa para o caso de ser solicitado pela fiscalização aduaneira.

 

4º fator – Normas sanitárias e de segurança a bordo do navio:

Você deve estar se perguntando se e necessários tomar alguma vacina antes de embarcar em um navio?Esclarecemos que como em qualquer viagem internacional este procedimento é bem valido, inclusive escrevemos um artigo recentemente falando sobre este assunto, clique aqui para ler.

E se estou grávida?
As mulheres grávidas podem viajar até a 28ª semana de gravidez (28 ao finalizar o cruzeiro, não no início) não esquecendo de pegar um atestado com seu médico que certifique sua boa forma para enfrentar uma viagem de cruzeiro.

Posso viajar se tenho mobilidade reduzida?
Os passageiros com mobilidade reduzida, bem como os usuários de cadeira de rodas, são bem-vindos a bordo, sempre que viajarem com um acompanhante que possa ajudá-los com os seus deslocamentos a bordo. Alguns barcos podem fornecer cadeiras de rodas padrão para uso pessoal, se reservadas com a suficiente antecipação já que são muito solicitadas.
Lembre-se que, se você deseja levar a sua própria cadeira de rodas, ela deve cumprir com as medidas padrão, além de poder dobrar-se. Além disso, deve lembrar que podem existir áreas do barco não acessíveis para as cadeiras de rodas, bem como portos onde não poderá desembarcar.

Existe assistência médica a bordo?
A maioria dos navios possui um Centro Médico com um médico e uma enfermeira, durante 24 horas por dia, com o objetivo de tratar as ocorrências de urgência ou pequenas eventualidades passageiras. Porém, advertimos que todas as consultas e medicamentos serão faturados aos passageiros.

E como é a segurança a bordo?  Todas as companhias de navegação devem aplicar as normas internacionais em matéria de prevenção de incêndios e de salvamento. Essas regras vigoram desde outubro de 1997 e obrigam às companhias a instalar nos seus barcos detectores contra incêndios, alarmes etc.

Desde março de 2001 que entraram em vigor novos padrões para os coletes salva-vidas, obrigando levar no barco um colete para cada criança embarcada, um por cada adulto e, além disso, aumentar o número de coletes de 30% a 50% por adulto.

familia em cruzeirosContudo, sempre lembramos que a prevenção começa pelo próprio passageiro: quando já estiver no seu camarote, localize o seu colete salva-vidas, bem como as instruções de urgência. Garanta que o colete esteja em bom estado e experimente-o. Se você viajar com crianças verifique qual o tamanho do colete salva-vidas seja o correto e ensine-lhes a forma de utilizá-lo. Trate de sensibilizá-los como se fora uma brincadeira.

Assim mesmo, se você padece de uma doença, comunique-o à tripulação, para que no caso de urgência possam atendê-lo ou resgatá-lo com prioridade da sua cabine. Nas 24 horas seguintes ao embarque, será convidado a participar em uma reunião de informação sobre as medidas de segurança a bordo. Se tiver alguma dúvida ou pergunta, não duvide em manifestá-las, já que é nesse momento quando lhe ensinarão a utilizar o colete salva-vidas e a observar as medidas de segurança.

5º fator – Contratando um SEGURO VIAGEM para blindar sua viagem:

O seguro viagem para cruzeiros marítimo é a resposta para quem está procurando proteger a tranquilidade de sua viagem marítima. Conforme destacado acima, toda consulta médica e medicamentos serão faturados aos passageiros e uma simples consulta médica a bordo pode custar mais de US$200 (duzentos dólares).

Quando da contratação de um seguro viagem para cruzeiro marítimo, serão incluídas coberturas de assistência médica por doenças ou acidentes, odontologia, medicamentos, assistência legal, cobertura de cancelamento de viagens, etc. Portanto a contratação de um seguro viagem e de vital importância para a proteção de sua viagem de cruzeiro.

Atualmente fechamos uma parceria com a Seguradora Vital Card, uma das melhores seguradoras do mercado que inclusive oferece os planos de Seguro Viagem para Cruzeiros com o melhor custo benefício, veja mais informações na imagem abaixo:

Cruzeiros

Cruzeiros

Fonte: ABREMAR – Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos

Assista abaixo, dois vídeos que reforçam esta necessidade:

 Link: Seguro viagem para Cruzeiros

Link: Seguro viagem

E para os amantes de cruzeiros, temos uma notícia excelente: O NAVIO MSC DIVINA VEM AO BRASIL PELA PRIMEIRA VEZ EM 2014.

O Navio fará Grand Voyages rumo ao Brasil e EUA visitando o Caribe e o Nordeste brasileiro entre os meses de maio e julho!

O programa exclusivo do MSC Divina inclui duas viagens inéditas, para o público brasileiro. Para os hóspedes que pensam em visitar Miami e as belas ilhas do Caribe, além de famosos destinos turísticos brasileiros, as Grand Voyages a bordo do MSC Divina certamente serão destaque garantido em 2014. Para mais informações clique aqui.

Veja mais artigos sobre o assunto:

CRUZEIROS – 05 fatores pouco conhecidos que podem te prejudicar no cruzeiro!!!
4.89 (97.78%) 9 votes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 thoughts on “CRUZEIROS – 05 fatores pouco conhecidos que podem te prejudicar no cruzeiro!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *