Seguro de Viagem Internacional – viaje e volte com saúde!!!

Seguro de viagem Internacional – Melhor que mil palavras é você ver a segurança que um Seguro de Viagem trás, portanto assista ao vídeo abaixo antes de ler meu artigo:

Por que o Seguro de Viagem Internacional é tão importante:

Viajar pelo mundo é uma das experiências mais fascinantes que podemos vivenciar. Por outro lado, também pode nos reservar surpresas bem desagradáveis se não estivermos preparados e protegidos por um bom plano de Seguro Viagem Internacional. Mal-estares por causa da altitude, fuso horário, diferença nas comidas são bastante comuns, sem falar em longos voos que somos sujeitos a encarar, e principalmente as doenças infectocontagiosas presentes em algumas regiões.

Desta forma, é fundamental contratar um plano de seguro de viagem Internacional, pois, conforme frisamos em outros artigos, até existe um sistema de saúde na maioria dos países mundo afora, porém o atendimento de emergência dos hospitais é gratuito apenas para a população local, e em alguns países sequer existe este sistema de saúde. 

Seguro de Viagem Internacional

Estamos convencidos que um Seguro de Viagem Internacional é item essencial em qualquer mala de viagem, contudo, destacaremos neste artigo, alguns cuidados que você deve tomar antes e durante sua viagem para que você, e sua família, voltem para casa mais felizes por terem viajado e com mais saúde do que foram.

Consultar um médico antes do embarque

Dependendo de sua idade, antes de viajar é super importante consultar um médico para saber se você tem condições de embarcar para determinado destino. Pois mesmo tendo feito corretamente a contratação de um Seguro de Viagem Internacional, não podemos facilitar quando o assunto é nossa saúde.

Quando fazemos uma viagem longa, nosso organismo precisa se adaptar ao novo horário, à temperatura e aos hábitos locais. Essas mudanças, associadas às características de cada pessoa, como idade e histórico de doenças, podem representar um risco para a saúde. Mesmo que seja a passeio, sem as preocupações do dia a dia, uma viagem pode causar estresse e ansiedade.

Em qualquer parte do mundo, seja um país rico ou pobre, quente ou frio, existem riscos para os viajantes. Há dezenas de doenças infectocontagiosas espalhadas pelo mundo, não só em países subdesenvolvidos. Malária, febre amarela, cólera e dengue não são exclusividade do Brasil. A América do Norte (Estados Unidos, Canadá e México) é também conhecida como área de risco para a cólera. Por outro lado, na Austrália registram-se muitos casos de dengue.

Seguro de viagem Internacionaciol - problemas nos aeroportos

Seguro de viagem Internacionaciol – problemas nos aeroportos

Lembre-se sempre, mesmo que seja uma viagem a passeio, viajar causa estresse, o que afeta nosso organismo.

Portanto, uma das etapas iniciais e mais importantes no planejamento de qualquer viagem é a consulta médica, que pode ser feita, inclusive, diretamente com um infectologista. Ela deve acontecer, no mínimo, três meses antes da data prevista para o embarque.

Nessa ocasião, relate ao médico qualquer problema de saúde, mesmo que isso tenha acontecido na infância, desde alergias a alimentos e medicamentos até cirurgias que tenha feito, sobretudo no caso de mulheres grávidas ou que suspeitem de estarem grávidas. O roteiro da viagem deve ser bem detalhado para que o médico avalie os riscos que você possa correr.Seguro saúde

Considere época do ano e duração da viagem, meios de transporte, itinerários, condições de hospedagem, refeições, cobertura de seu Seguro de Viagem Internacional e os tipos de atividades programadas. Mencione ainda todos os remédios que você toma, seja quando sente um mal-estar, seja para tratar alguma doença crônica. E se o médico recomendar outros medicamentos, peça uma receita em inglês para que não sejam confiscados em aeroportos do exterior. Se pretende visitar montanhas, avise ao especialista, pois a diferença de altitude e as temperaturas mais baixas podem provocar náuseas, vômitos, dores de cabeça e muito cansaço.

Imunização pode ser feita gratuitamente

Não se esqueça também de levar sua carteirinha ou comprovantes de vacinação e mencionar problemas crônicos, que podem deixar seu organismo mais vulnerável a outras doenças. Assim, o médico ainda irá analisar a necessidade de você ser imunizado, o que deve ser feito com antecedência. Em alguns casos, é preciso tomar mais de uma dose.

Seguro de viagem internacional - imunização para viagem

Seguro de viagem internacional – imunização para viagem

O Ministério da Saúde recomenda que o viajante esteja em dia com as seguintes vacinas: tríplice virai (que previne sarampo, caxumba e rubéola), difteria e tétano, hepatite B e febre amarela. Elas podem ser Feitas gratuitamente em qualquer posto da rede pública de saúde ou em clínicas privadas. A maioria leva de dez dias a seis semanas para começar a agir.

Para se ter uma ideia, a entrada em alguns países só é permitida se você mostrar o certificado internacional de vacinação ou profilaxia.

Países do Caribe, por exemplo, exigem imunização para febre amarela e o Brasil também, desde que a origem do passageiro seja de áreas de risco, como o Peru.

 Mas lembre-se: as vacinas, embora sejam muito eficazes, não estão livres de falhas. E ainda existem outras doenças para as quais não há imunização disponível, o que exige que você tome outros cuidados.

Para evitar a cólera e a diarreia, por exemplo, é preciso atenção total ao que você bebe e come. Por maior que seja a tentação, pense duas vezes antes de experimentar um prato ou uma bebida típica local, se o estabelecimento não tiver higiene confiável.

Amenize os efeitos do fuso horário

Fuso horário do mundo

Verifique ainda qual a diferença de horários entre os países de embarque e desembarque, para evitar o mal-estar quando você chegar ao seu destino, mais conhecido como JET LAG. Desorientação, fadiga e alterações nos hábitos intestinais são os sintomas mais comuns, mas que podem ser amenizados.

Durante viagens longas de avião ou trem, é comum também que os passageiros se queixem de dores e inchaços nas pernas. Por isso, tente esticá-las e mude de posição na poltrona, se for possível. Essa medida pode reduzir, e até mesmo evitar, os riscos de uma trombose decorrente de formação de coágulos nas veias das pernas e coxas. Se você tiver algum problema vascular, a atenção deve ser redobrada.

Veja como se proteger das principais doenças que estamos sujeitos em uma viagem:

Dengue

A picada do mosquito Aedes aegypti causa a doença. Os sintomas são febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações e vermelhidão na pele. Tem alta incidência no Brasil, na América Central, na África, no Sudeste asiático e no Pacifico Sul. Use calças, camisas ou blusas de mangas compridas para proteger seus membros e repelentes à base de dietiltoluamida ou picaridina nas áreas expostas do corpo.

Febre amarela e malária

São doenças infecciosas graves causadas por picadas de mosquitos.

Os sintomas são febre, dor de cabeça, náuseas, dores musculares, calafrios e vômitos. A vacina é o meio mais eficiente para combater a febre amarela. Já para a malária, não existe meio de imunização. Use calças e camisas de mangas compridas para evitar picadas e aplique repelentes com dietiltoluamida ou picaridina nas áreas que ficam expostas. A incidência dessas doenças é maior na América Central, América do Sul, África, Europa Oriental, Oceania e no Oriente Médio.

Cólera

Evite a cólera

É uma doença infecciosa aguda que causa náuseas, vômitos, diarreia e desidratação. É comum na América do Sul e Central, no Caribe, na África e no leste e sudeste asiático. Para reduzir os riscos, alimente-se em locais limpos e com boas condições de higiene. Coma alimentos bem cozidos e servidos logo após o preparo. Quanto à água, opte sempre pela com gás e outras bebidas industrializadas. E o gelo, só se for feito com água tratada (clorada ou fervida).

Doença da altitude

Ocorre quando precisamos nos adequar aos níveis de oxigênio de locais elevados. Os sintomas são dor de cabeça, náuseas, vômitos, perda de apetite, vertigem e fadiga. Durante a estadia em locais altos, evite ingerir bebidas alcoólicas e coma moderadamente. Materiais de apoio, como câmara hiperbárica portátil e dispositivo de ventilação não invasiva, devem estar disponíveis para escaladas a montanhas.

Medicamentos exigem receitas médicas em inglês

* Em viagens internacionais, há regras para o transporte de medicamentos que você deve seguir à risca para que eles não sejam confiscados na área de inspeção de bagagens no embarque e desembarque. Evite comprá-los no exterior e leve-os em embalagens originais para facilitar a identificação.

Os remédios com venda sob prescrição devem estar acompanhados da receita médica – de preferência, em inglês – , que deverá conter nome comercial e genérico do medicamento, apresentação, dose, posologia, quantidade, nome e passaporte do passageiro, assinatura e carimbo do médico.

* Tenha a prescrição em mãos, caso suas malas sejam inspecionadas no aeroporto. Os medicamentos levados na bagagem de mão devem estar em um saco plástico transparente e vedado, tipo zip bag, para que as autoridades possam verificar o conteúdo. E, por último, é sempre recomendável consultar a companhia aérea sobre outras restrições do país que vai visitar.

COMO FAZER UM SEGURO DE VIAGEM INTERNACIONAL

Para evitar todos os imprevistos listados acima, deveremos antes de mais nada, contratar um excelente plano de Seguro de Viagem Internacional, pois só assim teremos a proteção necessária para curtirmos nossa viagem.

Em nosso site temos os melhores seguros para sua viagem. Para fazer uma cotação e ver todas as coberturas, basta “clicar aqui” e em seguida preencher seus dados.
Após isso, retornará todos os planos disponíveis para sua viagem, caso interesse-se por algum, basta clicar em “ver todas as coberturas” para consultar todas as coberturas que ele possui.
Lembrando que nosso sistema de cotação e compra de Seguro Viagem pela internet é criptografado, garantindo total segurança, conforto e privacidade para você fazer a cotação, consultar as coberturas disponíveis e fechar a compra.
Clique nos links abaixo para conhecer cada uma das melhores seguradoras do mercado brasileiro que disponibilizam a contratação do seguro viagem:

 

A maioria dos planos destas seguradoras cobrem praticamente tudo, desde acidentes graves até roubo e acidentes com equipamentos eletrônicos. Eu não conheço seguro de viagem internacional mais atrativos do que destas seguradoras, super que indico para todos os viajantes de plantão (clique na imagem para fazer uma cotação).

cotação seguro viagem

Desculpe te puxar a orelha, mas se você ainda não viu a importância da contratação de um Seguro de Viagem Internacional, pare tudo que esteja fazendo e priorize esta tarefa, e pode ter certeza que sua viagem será um sonho.

No mais, te desejo uma excelente viagem e que você a aproveite ao máximo!

Até breve!!!

Você também pode gostar destes artigos:

Seguro de Viagem Internacional – viaje e volte com saúde!!!
5 (100%) 3 votes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Equipe SeuSeguroViagem.com

Add your Biographical Info and they will appear here.

11 Comments
Lucia Borges

Contratar seguro viagem é mto importante. Mesmo que se vá para um país onde ñ seja obrigatório. A gente ñ sabe se vai utilizar, mas é bom se prevenir. Eu já precisei e adoro a minha operadora.

Bjs 

Reply
victor sanches

bom dia,

Gostaria de saber se comprando o Seguro Viagem da World Nomads o valor cobrado no meu cartao de credito sera cobrado em que moeda?

obrigado,

Reply
JR

Bom dia Sr.Sanches,

O Seguro viagem da World Nomads é de nível internacional, portanto é uma seguradora que vende seu Seguro em dólar. Caso opte em comprá-lo será cobrado em dólar no seu cartão.
Caso queira cotar seu seguro viagem e pagar em real, aconselhamos cotar com a Real Seguros, pois ela centraliza as melhores seguradoras que oferecem o seguro viagem no mercado Brasileiro, clique aqui para cotar.

Esperamos ter esclarecido sua dúvida.

Att.

Seu Seguro Viagem
Júnio Garro

Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *